Como escolher minhas madrinhas de casamento? - Internovias
Agende um horário!

Como escolher minhas madrinhas de casamento?

Como escolher minhas madrinhas de casamento?

Você e seu amor decidiram se casar e, após a euforia da decisão, chegou a hora de fazer a lista de decisões a serem tomadas. Nesse ponto, com certeza uma das perguntas que você se fez foi a seguinte: como escolher minhas madrinhas?

Algumas noivas já têm parte dessa decisão tomada antes mesmo de decidirem se casar. Elas optam pela presença da irmã ou daquela grande amiga de infância.

Esse raciocínio é muito adequado, pois o ideal é mesmo que você escolha pessoas próximas, que se importam verdadeiramente com você e querem cooperar com a sua felicidade.

Mas não é toda noiva que tem irmãs ou várias amigas de longa data. De todo modo, o princípio da escolha pela proximidade é sempre válido.

Nem é preciso dizer que estão mais do que ultrapassadas aquelas ideias antigas de que padrinhos e madrinhas devem ser os parentes mais bem-sucedidos financeiramente ou pessoas casadas que possam dar um bom exemplo de convivência no matrimônio.

As madrinhas são pessoas que vão estar do seu lado, que não pouparão esforços para te ajudar e que vão te compreender em suas inseguranças e ansiedades.

Esse é o papel delas e não tem nada a ver com dar um presente caro. Aliás, escolher madrinhas com base no poder aquisitivo é uma atitude muito superficial.

Por outro lado, a ideia de ter que convidar somente madrinhas casadas e, consequentemente, chamar também seus maridos para serem padrinhos não é uma regra.

Se sua irmã é sua fiel escudeira em todas as suas decisões e missões, você vai abrir mão de tê-la como madrinha caso ela não seja casada? Claro que não.

E se ela for casada mas você não for muito próxima ao seu cunhado? É claro que você pode convidar a sua irmã, se essa for a sua vontade.

A regra é ter por perto pessoas queridas e que também se importam com a sua alegria, seja qual for o seu poder aquisitivo e sejam elas casadas ou solteiras.

Nos tópicos seguintes, você vai conferir algumas dicas que vão resolver a questão “como escolher minhas madrinhas?”.

Então, leia o artigo até o fim para ter certeza de que vai fazer as escolhas certas.

Como escolher minhas madrinhas de casamento?

Toda noiva tem alguma dúvida com relação a esse assunto. Saber como escolher as madrinhas certas pode não ser tarefa fácil, pois os critérios de cada noiva são diferentes.

Por exemplo, dissemos no tópico anterior que você não precisa convidar necessariamente pessoas casadas, mas pode ser que você deseje isso e se sinta feliz fazendo escolhas assim.

Então, vá em frente. No seu casamento, as suas escolhas e preferências devem prevalecer. Essa é a principal regra.

Por isso, o primeiro passo é pensar em quais critérios são importantes para você. Faça a si mesma a seguinte pergunta: “como escolher minhas madrinhas de modo condizente com as minhas crenças e vontades?”

Veja nos tópicos seguintes, alguns critérios sobre os quais você pode pensar para responder a essa pergunta.

Quantas madrinhas eu terei?

Se você for se casar na Igreja, deve conferir as regras internas quanto ao número mínimo e máximo de padrinhos e madrinhas.

Outro aspecto que você precisa considerar é o tamanho do espaço onde as madrinhas vão se acomodar durante a cerimônia.

Se o local do evento for uma pequena capela, por exemplo, o espaço no altar ou nos bancos deve ser limitado. Então, é melhor ter um número mais reduzido de madrinhas.

Fora as regras da igreja e a limitação do espaço, o seu critério deve ser baseado na sua preferência e na quantidade de pessoas que você acha que realmente merecem ocupar esse lugar.

Ou seja, não há limitação, ainda que a tendência dos casamentos intimistas esteja diminuindo cada vez mais a quantidade de padrinhos e madrinhas. 

A quantidade de padrinhos e madrinhas deve ser igual?

A maioria das religiões não impõem essa regra. Inclusive você não precisa formar pares de padrinhos e madrinhas para entrarem juntos.

Muitos casamentos já são realizados com a entrada das madrinhas separada da dos padrinhos e essa é uma solução interessante e bonita caso o número de madrinhas seja diferente do de padrinhos.

Tudo bem se eu separar casais?

Esse é um dos principais dilemas das noivas que vem junto com a dúvida generalizada de escolher as madrinhas.

A resposta direta e objetiva é sim, tudo bem se você separar casais. Muitas vezes você é amiga somente de uma das duas pessoas e mal conhece a outra.

Então, você pode convidar somente a sua amiga para ser madrinha. Mas é de bom tom que o namorado ou cônjuge dela também esteja na lista de convidados do casamento.

Eu amo as pessoas que estou pensando em convidar?

Talvez essa seja uma pergunta mais difícil de responder do que a pergunta-tema deste artigo: “como escolher minhas madrinhas”.

Isso porque só você vai conseguir analisar e descobrir a natureza do seu relacionamento com essas pessoas. E todo relacionamento pode ter altos e baixos.

Então, pense nos momentos que vocês já viveram juntas, nas possíveis desavenças que já tiveram e como elas foram resolvidas.

Pense também sobre como você se sente em relação a essa pessoa no futuro. Você faz questão da presença dela em sua vida? Sentiria muita falta se ela se afastasse?

Essas pessoas seriam bem-vindas em minha casa?

Esse é um critério mais fácil a considerar. Basta pensar se você se sentiria feliz e à vontade com uma visita das pessoas que você tem em mente.

Eu me aconselharia com essas pessoas?

Um bom critério para escolher suas madrinhas é saber se elas são sensatas e conseguiriam dar opiniões que te ajudariam em momentos de dúvida.

Uma das coisas que se espera de uma madrinha de casamento é que ela seja uma boa conselheira e, mais uma vez, para dar bons conselhos, ela tem que se importar com você e te conhecer bem.  

Qual é o papel de uma madrinha?

A função principal de uma madrinha é estar presente tanto na organização do casamento quanto na vida da noiva como um todo.

O grau de participação dela e a natureza do seu envolvimento, devem ser definidos pela noiva. Há noivas que gostam de madrinhas mais conselheiras, já outras preferem madrinhas que coloquem a mão na massa nos preparativos do grande dia.

O que eu espero que minhas madrinhas façam por mim?

Esse critério é uma continuação do anterior. Você deve escolher madrinhas que atendam às suas expectativas.

Se você é uma noiva mais reservada e não gosta de muita gente dando opinião, não escolha como madrinhas aquelas amigas que vão querer te ajudar a escolher cada detalhe.

Mas se você sonha com madrinhas que colocam a mão na massa, você pode dar a elas tarefas como organizar as brincadeiras do chá de panela e te ajudar nas escolhas da decoração, das flores, dos doces, do bolo e até do vestido de noiva

Como posso fazer o convite?

Há uma tradição de fazer convites diferenciados dos demais para padrinhos e madrinhas, mas essa não é uma regra.

Você pode simplesmente marcar um encontro com a pessoa e fazer um convite informal. Por outro lado, se você quer fazer um convite diferenciado e providenciar até alguma lembrança, as possibilidades são inúmeras.

Você pode se basear no estilo do seu casamento ou nas preferências e paixões da própria madrinha.

Se a sua amiga adora vinhos, por exemplo, que tal colocar o convite dentro de uma garrafa ou escrito do lado de fora dela?

Mas, se você preferir se basear no tema ou no estilo do seu casamento, você pode presentear as madrinhas com pequenos acessórios, como pulseiras ou flores.

Quando o casamento é rústico, por exemplo, as madrinhas podem ser presenteadas com potes de doces caseiros ou temperos.

Existem muitas ideias viáveis a partir do tema do casamento e das suas preferências. Então, fique à vontade para ser criativa.

Devo escolher o modelo e a cor dos vestidos das madrinhas?

É verdade que as fotos de casamento com as madrinhas vestidas no mesmo estilo ou com a mesma cor ficam lindas. Mas pense se isso é importante para você.

Se você acha que essa uniformização fará toda a diferença e ajudará os convidados a identificarem as madrinhas no dia do casamento, você pode sugerir sim a cor e o modelo do vestido.

Tudo depende do seu gosto, mas lembre-se de que as madrinhas também precisam concordar.

É preciso ter o bom senso, por exemplo, de não brigar com a madrinha porque ela não se sente à vontade em um vestido de determinado modelo.

Enfim, esperamos que, após a leitura deste artigo, você já saiba como escolher suas madrinhas. Mas, se o seu dilema agora é como serão os vestidos delas, nós também podemos te ajudar. Você já conhece a nossa coleção de vestidos de festa? Eles certamente deixarão suas madrinhas deslumbrantes no grande dia. Basta clicar aqui para conhecer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Internovias • Todos os direitos reservados