Casamento Único no Horto de Santo Antônio em Vargem Grande | Noiva Internovias Micheli - Internovias
Agende um horário!

Casamento Único no Horto de Santo Antônio em Vargem Grande | Noiva Internovias Micheli

Casamento Único no Horto de Santo Antônio em Vargem Grande | Noiva Internovias Micheli

Vamos falar do casamento dos sonhos ao estilo conto de fadas? Essa é a única maneira que encontramos para descrever a cerimônia da nossa noiva Internovias de hoje. Uma cerimônia simplesmente encantadora e com muitas flores.

A decoração simplesmente nos deixou apaixonadas,  o toque de elegância  estava presente em cada cantinho da festa. As flores trouxeram romantismo e representaram todo amor e ternura do casal. Impossível não se emocionar com uma cerimônia tão delicada e romântica!

A noiva, com seu vestido de noiva Internovias, encantou com tamanha formosura e elegância. Um vestido sob medida para uma beleza tão deslumbrante! Como não se apaixonar por tanta simpatia?

Desejamos ao casal Micheli e Rogério, os mais sinceros votos de felicidades. E que todos os dias sejam repleto de companheirismo e cumplicidades.

Sobre o Casamento

Não sei como dar uma definição de estilo, acho que a melhor é UNICO Decidimos fazer algo diferente do tradicional. Nossa ideia era fazer uma oficialização em um lugar acolhedor, no qual as pessoas se sentissem acolhidas, tanto pelo ambiente, quanto pela música, pela celebração e pela comemoração.  

Queríamos que fosse uma celebração do amor. – não quisemos padrinhos. Como foi um casamento com poucos e muito especiais convidados, não cabia privilegiar um ou outro casal. Assim, anunciamos que todos os convidados seriam nossos padrinhos. – Como o Rogério não tem pais vivos, ele entrou com o filho e a irmã mais velha.  

E por achar tanto o meu pai quanto a minha mãe pessoas essenciais à minha jornada até aquele dia (e para além também), decidi entra com os dois pelo jardim da capela. Eu na frente e meus pais atrás, me amparando naquela decisão.  Rogério me esperou na porta da Igreja e, a partir daquele ponto, caminhamos juntos até o altar. – as músicas da celebração ficaram por conta de nossos amigos, com um reportório romântico da MPB.  

Na cerimônia, o celebrante Longuini fez um acolhimento maravilhoso, citando versos e trechos de músicas que mais gostamos. Tudo isso deu à toda a cerimônia um tom de poesia. – Por termos planejado todo o casamento em torno da Capela de Santo Antônio, no Horto Santo Antônio em Vargem Grande, ao final da celebração pedidos que todos os convidados se posicionassem à frente da capela para uma grande foto. E ficou fantástica.  

Depois, partimos para a comemoração. Um almoço volante, com finger foods maravilhosos do restaurante Quinta, em um jardim acolhedor, embalado por pocket shows voz-violão de nossos amigos.

O começo da história de amor

Nossa história começou nos anos 80, quando o Rogério foi convidado para ser o príncipe dos 15 anos da minha irmã.  

A amizade foi estreitando com os ensaios e as rodas de violão no quintal de casa. Até que um dia, roubei um beijo e começamos a namorar. Durou só alguns dias, mas marcou. Depois nos afastamos. Eu segui minha vida. Rogério se mudou para Brasília. Casou, teve filhos. Voltou para o Rio e se separou. Sem saber, ainda na época do Orkut, Rogério tentou me achar, mas eu era meio off-line. O reencontro, então, só se deu na era do Facebook.  

E no primeiro contato que ele fez, respondi “PRINCIPE”! Conversamos durante um tempo pelas redes sociais. Depois nos encontramos e, depois de seis meses, resolvemos finalmente ficar juntos. Depois de pouco tempo, já estávamos morando juntos, mas eu não conseguia dizer que estava casada. Descobri que passar pelo ritual do casamento era importante para mim. E o Rogério embarcou no meu sonho.  

A partir daí, foram muitas pesquisas, visitas, degustações e decisões, até que, finalmente chegássemos ao grande dia que, se fosse para traduzir em uma palavra, diria: ÚNICO. O pedido (foi uma decisão conjunta, como descrito acima) Que deus sempre ilumine sua união e que vcs formem uma família de muito amor!!  

Minha história com a Internovias

Passei a minha vida vendo vestido de noivas, seja em revistas ou, mais recentemente, em programas da TV paga. Mas foi só neste ano, com a chegada do meu casamento, que realmente me mobilizei para escolher aquele que seria o meu vestido ideal. Por orientação da minha cerimonialista, a princípio não iria sequer visitar a Internovias, haja vista a informação de que seus vestidos tinham um preço de partida que extrapolava o meu teto.  

Sendo assim, fui a um outro atelier, no qual desenharam um vestido que me agradou, mas não me encantou. Mesmo assim, decidi fechar com este vestido e fiz o pagamento à vista. Ciente de que eu não estava 100% satisfeita, a própria estilista me orientou a ir à Internovias experimentar alguns modelos, para que eu pudesse “me encontrar”.  

E não é que deu certo? Me encontrei tanto que me apaixonei por um vestido rendado da coleção 2020. Era ele. Tinha que ser ele. Não hesitei em desfazer o contrato anterior e finalmente fechar com o vestido dos meus sonhos. Obrigado, fadas Internovias (Rose, Cris e Maria) por serem tão atenciosas, detalhistas e entender todos os meus desejos para me proporcionar aquele que foi o meu vestido ideal. 

– Foto e vídeo – @berolattiphotography
– Vestido de Noiva – @internovias
– Bouquet – @obouquetdaaurora
– Make – @priscilalimamua
– Cerimonial – @joieassessoria
– Flores e Ornamentação – @atelier_josypaiva
– Mãos e Pés – @day.walters
– Local: Horto Santo Antônio (Vargem Grande)
– Recepção – @restaurantequinta
– Sorriso da noiva – Rogério Andrade (o noivo) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Internovias • Todos os direitos reservados